sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

“Quanto mais conheço os Homens, mais admiro os animais!”

Certa vez em algum lugar li uma frase mais ou menos assim: “Quanto mais conheço os Homens, mais admiro os animais!”. Se essa frase fosse dita por uma mulher, com certeza causaria polêmica. Pois poderia ser relacionada ao homem, ser Masculino, sendo que para classificar seus parceiros tidos como cafajestes, as mulheres costumam utilizar conotações do meio animal, tal como Galinha, Cachorro, etc...

Mas creio eu que esta frase tem um sentido mais amplo, não se referindo somente ao homem como o ser masculino como já citado anteriormente, e sim no sentido de Humanidade. Já que todo o grupo de seres humanos é denominado Homem, termo criado para simplificar, ou até resumir uma frase que fosse relacionada à nossa raça, em uma época dominada pelos homens onde as mulheres eram coadjuvantes, vivendo a sombras da sociedade, sem direito algum a emitir opinião.
O mundo mudou, as mulheres garantiram seu espaço, algo muito justo por sinal, mais mesmo assim não paramos de descrever o ser humano como homem. Assim sendo, não deveríamos levar o sentido da frase em questão ao pé da letra, já que a frase não remete ao ser masculino e sim a toda humanidade, que preocupada só com ganância, ódio e preconceito, deixa a desejar em relação aos animais tidos como irracionais, que assim são classificados por não terem raciocínio lógico e agirem somente por seus instintos naturais. Nós seres humanos, que deveríamos usar de nossa qualidade de ser pensante para viver em harmonia com nossos semelhantes, fazemos exatamente o contrario, utilizamos nosso poder de raciocínio para destruir, deflagrar guerras, ferir e matar nossos semelhantes. Agindo assim estamos nos tornando menos racionais que os animais tidos como irracionais perante nossa própria classificação, já que o único motivo pelo qual eles caçam e matam é a alimentação e o instinto de sobrevivência.

Portanto, partindo desse ponto, eu também sou adepto da frase que trabalhamos nesse texto. Pois com toda a capacidade psíquica que possuímos, ainda insistimos em gasta-la com coisas tão supérfluas, sem sentido algum, matando e morrendo por causa de coisas mesquinhas, da quais não levaremos absolutamente nada quando chegarmos a fim de nossa existência.


By: Rivaldo Yagi

6 comentários:

Anônimo disse...

Não acredito mais no ser humano e vc tem toda razão quando diz que os animais é que ainda são chamados de irracionais.Quanto mais conheço o ser humano mais amo os animais...

hozana disse...

Quarenta por cento da humanidade em vez de,usar sua capacidade intelectual para vivermos melhor estão projetando armas no clear para exterminar sua própria espécie.Enquanto que os animais lutam pela sua sobrevivência.enquanto mais conheço os ´´Homens´´mais gosto da minha cachorrinha.

leti disse...

CONCORDO! AMO MAIS OS ANIMAIS DO QUE MUITA GTE POR AI.
COMO PODE HAVER PESSOAS QUE MALTRATAO OS ANIMAS SABENDO QUE ELE NAO PODEM SE DEFENDER, PORQUE NAO SABEM FALA. ISSO ME DEXA FORA DE MIM!

Susana Régia disse...

OII!!! Me chamam de doida quando digo que não quero gerar filhos, mas sim criar as minhas cadelas,elas não me decepcionarão jamais e não dão trabalho algum,nos trasmitindo mais amor do que muitos filhos por ai...

Lobin disse...

Não entendo como somos chamados de racionais, mesmo cometendo tantos atos iracionais... Acho que apenas uma pequenina parte da humanidade parte pode se considerar HUMANA de verdade.

Anônimo disse...

concordo com o comentario acima onde a sra diz que prefere seus animais do que ter filhos para se decpcionar, conheço uma senhora que teve uma filha e quase morreu por isso, fez de tudo para deixar a filha bem, hoje sua filha é medica,esta muito bem de vida e essa animalesca nem se quer fala e que saber de sua mae, isso é ingratidao.