quarta-feira, 13 de julho de 2011


Nada mais importaria se você estivesse aqui e agora, segurando em minha mão ou até mesmo envolta em meus braços, ambos em silêncio absoluto, tão sublime que nos permitisse escutar nossas respirações sincronizadas, com um ritmo absolutamente peculiar, que só diria respeito a nós dois, mas que só seria possível quando você aparecesse, mesmo que apenas por alguns minutos, somente para me fazer sentir importante, único e capaz, devolvendo-me a coragem para lutar e a força necessária para esperar, pois você é assim, aparece e some quando quer, sem previsões ou datas marcadas, fazendo de mim um eterno coadjuvante de uma história sem ator principal, que neste caso deveria ser eu, mas sua inconstância me impede de assumir este papel, pois você é o fiel retrato da minha errante e egoísta consciência.

By: Rivaldo Yagi

4 comentários:

Diego Elias disse...

Muito bacana e autentico.Parabéns.
Agora me diz... como consegue estas imagens?

Um brasileiro disse...

ola. tudo blz? estive por aqui dando uma espiada. muito interessante. apareça por la. abraços.

Kika Galhardo disse...

Olá, gossto imesmo do teu blog, tens imagens aluccinantes e com olho de artista para quem escolhe. passa pelo meu também: kikagalhardo.blogspot.com/
e segue-me. obrigada pelo bom gosto

Ryagi disse...

As imagens geralmente pego no Google imagens, ou quando tenho tempo para buscar, pego no site Fottus.

Muitas vezes escrevemos algo e logo depois descobrimos uma imagem que trás todo o sentimento envolto em cadas palavra!

Obrigado por visitarem meu Blog, isso só me motiva a estar sempre por aqui compartilhando um pouco de minhas posições, pensamentos e às vezes sentimentos!

Abraço a todos os visitantes e Seguidores.