terça-feira, 28 de julho de 2009

Ser frio aquece sua alma, e a frieza dos seus atos lhe devolvem a razão

Todo ser humano tem duas maneiras básicas para agir, a razão e a emoção, algo meio Freudiano, mais basicamente é isso. Agimos mais pela emoção do que pela razão, mesmo que de forma inconsciente, estamos sempre colocando o sentimento em primeiro plano, muitas vezes pensamos de uma maneira e agimos de outra, e isso se deve única e exclusivamente as nossas emoções.
Ser racional não quer dizer necessariamente que você não tem sentimentos, você pode agir racionalmente e ainda esboçar emoções. A frieza com que agimos por vezes serve como um escudo, uma defesa, algo que proteja nossos pontos fracos, e que cause a impressão aos demais que não possuímos fraquezas, que é somos pedras de gelo, frios e calculistas. Mais a realidade é outra, todos temos emoções, inseguranças, temores e algumas incertezas. Portanto, ser frio aquece sua alma...isso parece contraditório, mais não é, muitos devem pensar que se algo é frio, não pode aquecer, mais se esquecem que o frio é uma forma de calor, mais isso tem pouca relevância, já que estamos falando de sentimentos e não de física ou química, neste caso, a intenção dessa meia contradição é demonstrar que quando agimos racionalmente ou seja friamente, nos preservamos e isso nos consola, nos faz enxergar algo que a cegueira sentimental pode nos ter privado.
Qualquer pessoa, em algum momento de sua vida já se deixou cegar por suas emoções, agindo de forma precipitada, e logo depois se arrependeu do que havia feito, isso é mais normal do que se pode imaginar, como já foi mencionado anteriormente, as nossas emoções sobressaltam sobre nosso senso critico, nossa habilidade de raciocinar, e deve ser por isso que somos tão complexos, diferentes uns dos outros...cada um de nós reage de uma maneira distinta a um mesmo acontecimento, uns se resguardam, filtram as informações e agem de maneira sensata, enquanto outros agem impulsivamente, deixando que seus sentimentos aflorem e tomem conta da situação. Às vezes a pessoa sensata de hoje pode ser a impulsiva de amanhã, e vice e versa, tudo depende do momento que estão vivendo e da situação em que se apresenta o problema.
Assim sendo, “Ser frio aquece sua alma, e a frieza dos seus atos lhe devolvem a razão”, pois a frieza é uma qualidade que poucos têm e menos pessoas ainda sabem tirar proveito dela, já a racionalidade é parte de nós, e só deve ser trabalhada, para que assim alcancemos o equilíbrio entre os dois extremos descritos aqui.


By: Rivaldo Yagi

6 comentários:

Anônimo disse...

Sempre com textos excelentes!! Parabéns mais uma vez!! Beijoss te adoro muito.. By: Rafa

Bruna disse...

Excelente.
Melhor do que descrições, ocultamente falas de ti em teus textos. E nada melhor do que falar dos sentimentos pra expressar quem somos.

Bjin.

Breno Pinto and Sara Vasconcelos disse...

Perfeito, disse tudo. Frieza é o que há pra não haver sofrimento desnecessário.

André Valente disse...

Ótimo, seu blog é muito bom.

Att, André Valente.


Se tiver a oportunidade de visitar o meu, de repente, podemos fazer uma parceria ;)

http://andrevalente2.blogspot.com.br/

Unknown disse...

Parei de ler quando o vi que o autor nao sabe nem empregar corretamente o "mas/mais".

Patrick Venturin disse...

Parei de ler quando o vi que o autor nao sabe nem empregar corretamente o "mas/mais".