domingo, 7 de fevereiro de 2010

Personalidade, algo em extinção...


Alguns acham que agir e/ou portar-se diferente dos demais é sintoma de loucura, porém a isso eu dou o nome de personalidade. Aliás, personalidade nos dias de hoje é item raro em nossa sociedade, que em suma maioria considera mais conveniente acompanhar as tendências, os modismos e suas superficialidades. Mesmo não admitindo abertamente, uma fatia gigantesca dos seres tidos como civilizados, que carregam em si a alcunha de indivíduos, agem cada vez menos por suas próprias convicções, aceitando facilmente a interferência direta das maiorias, convertendo-se assim em escravos dos modismos e suas ramificações.

De certo modo, vivemos em uma sociedade de neo-escravocratas, ou seja, temos nossa “liberdade” de ir e vir, achamos ter um tal de livre arbítrio, mais na realidade somos criados para seguir regras vigentes e arcaicas, sob pena de sermos marginalizados se divergimos de qualquer que seja a opinião da maioria. Apesar de não admitir, grande parte da sociedade é conservadora, e por assim ser, ainda é avessa a mudanças drásticas de conduta e comportamento, continuando a seguir a velha cartilha “dos bons costumes”, anulando-se e assim tornando-se somente mais um marionete social, que tem todos os seus movimentos controlados sem que ao menos se de conta, agindo com uma previsibilidade impressionante.

Entretanto, enquanto existirem pessoas “loucas”, pois é assim que são vistas as pessoas que ainda possuem suas personalidades individualizadas, que confiam somente em si e em sua consciência, ainda teremos esperança que um dia todos os seres humanos possam agir por si próprios, escolhendo o melhor rumo a seguir, sem dar a mínima importância para a opinião alheia, mantendo a fidelidade ao seu “eu”, e fazendo o que lhe parecer mais conveniente a cada passo que der, pensando mais em sua plenitude do que na opinião dos que o cercam, e por vezes os limitam com seus conservadorismos exacerbados, que de maneira não esporádica confundem-se com pessimismo.

By: Rivaldo Yagi

Um comentário:

Frank disse...

Parabéns pela publicação da grande verdade camarada!!! Assim que a maioria age mesmo como escravos de si mesmo, e de quem acha que manda muito como governantes... até que então se crie uma nova geração de coragem e voz ativa sobre o lixo que vivemos... espero que eu e vc estejamos vivos para participar... forte abraço... frank doors.